Junta de Freguesia de Ega EN | FR | DE
Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
Home     Lugares     Casal do Missa
Casal do Missa
Casal do Missa
Casal do Missa
   
   
Casal do Missa

Casal do Missa é um dos lugares mais afastados da Ega.
Os habitantes contam que as infraestruturas chegaram tarde ao Casal do Missa. Não havia casas de banho e a água estava em depósitos que se faziam. Para beber ia-se às nascentes e para lavar a roupa ia-se ao ribeiro. A água era transportada de cântaro à cabeça e um caneco de cada lado.
Antigamente, os caminhos para o Casal do Missa eram todos de lama. Não se conseguia chegar ao lugar de carro, o que obrigava a população a fazer um longo percurso a pé. No entanto, a estrada do Casal do Missa foi alcatroada em 1962, melhorando significativamente a acessibilidade, e a luz elétrica chegou à localidade em 1971.
O lugar viveu sempre do pinhal. Havia madeireiros e roçadores. Vinha muita gente para serrar lenha e acabou por ficar a viver por ali. Mais tarde foi a resinagem que deu emprego a muitas pessoas, sobretudo as que viviam na povoação.
Antigamente, nesta localidade, praticamente toda a área florestal, era dominada por pinheiro-bravo (Pinus pinaster).
A caruma era apanhada com um ancinho, e disposta em feixes que depois eram transportados para casa. Via-se assim nos pinhais e caminhos, burros, homens, mulheres e crianças, a transportar ora feixes de lenha e de agulhas, ora sacos de pinhas.
A lenha era usada na confeção dos alimentos que matavam a fome às famílias numa época de grandes dificuldades. Assavam a sardinha, o toucinho e o bacalhau salgado. Naquele tempo o sal era a única forma de conservar os alimentos. No forno, coziam a broa de milho que comiam a acompanhar deliciosas sopas.
Também a sua madeira aqueceu a população nas noites frias de Inverno, proporcionando aconchego nos seus lares. A madeira era usada no fabrico de móveis, bancos, mesas, pias para os animais comerem, postes, esculturas e construção naval.
O coberto vegetal dos pinhais (mato) era usado para fazer camas confortáveis aos animais: galinhas, vacas, porcos e coelhos.





Facebook
Rua Prof. José Maria Gaspar
3150-256 EGA

Telf.: 239 944 768
Telm.: 960 426 188

Email: geral@jf-ega.pt

Secretaria da Junta de Freguesia:
2ª a 5ª Feira | 9 - 13 h
6ª Feira | 9 - 13 e 15 - 21 h


Junta de Freguesia de Ega © 2019
Ficha técnica